Moraes envia ao MP eleitoral ação que pede investigação de gastos de Bolsonaro em motociata
 Motociata com a presença do presidente da República, em Natal, no Rio Grande do Norte - Foto: Alexandre Lago/Estadão Conteúdo

Moraes envia ao MP eleitoral ação que pede investigação de gastos de Bolsonaro em motociata

Pedido apresentado pelo deputado federal Elias Vaz aponta que o presidente pode, suspostamente, estar usando dinheiro público para fazer propaganda eleitoral antecipada

O ministro Alexandre de Moraes, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), enviou para o Ministério Público Eleitoral um pedido apresentado pelo deputado federal Elias Vaz (PSB-GO) para que o presidente Jair Bolsonaro (PL) seja investigado pelo suposto uso de dinheiro público para fazer propaganda eleitoral antecipada.

O congressista questiona os gastos de Bolsonaro em 15 de abril, data em que foi realizada uma motociata em apoio ao presidente em São Paulo.

O parlamentar aponta que só no mês de abril os Cartões de Pagamento do Governo Federal (CPGF), popularmente conhecidos como cartões corporativos ligados à Presidência, somaram custos de R$ 4,2 milhões. O montante é similar àquele registrado entre janeiro e março de 2022, que foi de R$ 4,6 milhões.

O relatório também identificou outra motociata, feita por Bolsonaro em 20 de abril em Rio Verde, interior de Goiás, além de um desfile do chefe do Executivo na carroceria de uma caminhonete.

Em maio, Moraes determinou que uma associação de Campinas informasse e comprovasse o montante financeiro que supostamente foi arrecadado ou direcionado para a motociata do presidente Jair Bolsonaro realizada no dia 15 de abril.

A ação foi apresentada pelo PDT. Segundo Moraes, no caso, o partido comprovou a venda de ingressos na realização de eventos que servem para promover a reeleição.

Em 10 de junho, o Tribunal de Contas da União (TCU) abriu procedimento para investigar supostos gastos em duplicidade no cartão corporativo do governo de Jair Bolsonaro. O pedido foi apresentado pelo deputado Elias Vaz e o relator será o ministro Antonio Anastasia.

Procurado, o Planalto ainda não se manifestou.

 

 

* Com informações: CNN Brasil
Jakybalis Neto

Jakybalis Neto

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Outras Notícias

img
Por 9 a 2, STF torna ex-deputado federal Roberto Jefferson réu

Por 9 a 2, STF torna ex-deputado federal Roberto Jefferson réu

Ex-parlamentar é acusado pelos crimes de homofobia, calúnia e incitação ao crime de dano contra...

24/06/2022

Milton Ribeiro deixa a Polícia Federal em São Paulo onde estava preso

Milton Ribeiro deixa a Polícia Federal em São Paulo onde estava preso

Desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, cassou a prisão preventiva do...

23/06/2022

STJ vai decidir se ex deve pagar pensão alimentícia por cachorros

STJ vai decidir se ex deve pagar pensão alimentícia por cachorros

Homem recorre de decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) que o condenou...

20/06/2022

brand

Portal de Notícias com sede em Presidente Epitácio (SP).

Localização

Avenida Presidente Vargas, 1

contato@agoraepitacio.com.br (18) 99690-0179

Este website utiliza cookies próprios e de terceiros a fim de personalizar o conteúdo, melhorar a experiência do usuário, fornecer funções de mídias sociais e analisar o tráfego. Para continuar navegando você deve concordar com nossa Política de Privacidade.

Aceito. Não aceito.